terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Tigresa grávida é salva após apanhar de moradores de vila na Indonésia

Animal foi resgatado por autoridades florestais. Ela 'comemorou' a liberdade mergulhando no rio.

Vídeo: tiger roar






Tigresa solta assusta moradores de cidade do México
Animal escapou após ladrões abrirem escritório de advogado em Saltillo.
Proprietário conseguiu levar tigresa para seu recinto; ninguém foi atacado.


Tigresa solta na cidade de Saltillo.

Um tigre-de-bengala fêmea solto nas ruas assustou os moradores e provocou uma grande mobilização de bombeiros e policiais na cidade mexicana de Saltillo, capital do estado de Coahuila.
O representante da Procuradoria Federal de Proteção ao Ambiente (Profepa) em Coahuila, Apolonio Armenta, disse que, por volta de meia-noite desta quarta-feira (28), autoridades locais receberam ligações de cidadãos alarmados com a presença do felino nas ruas da cidade.

"Era uma tigresa, entre oito a doze meses, que ladrões deixaram escapar quando tentaram roubar o escritório do dono do animal, o advogado Rodolfo Richards", afirmou Armenta.

O funcionário da Profepa disse ainda que felizmente o proprietário do animal (que se chama Deborah e pesa 50 kg), conseguiu trazer o tigre de volta para seu estabelecimento.

Richards comprou Deborah quando ela tinha um mês, numa loja de animais de estimação na cidade de Monterrey.
Armenta, no entanto, afirmou que o advogado não credenciou o tigre como animal de estimação, o que deveria ter sido feito na Secretaria de Meio Ambiente, por isso foi aberto um processo administrativo contra ele.
"Foi dado um prazo de cinco dias para ele apresentar o registro. Caso isso não seja feito, ele pode pagar uma multa de até US$ 85 mil", disse Armenta.

O representante da Profepa disse, no entanto, que Richards não teve culpa na fuga de Deborah, o que é um atenuante. Armenta afirmou ainda que se toda a documentação estiver em ordem e o proprietário cumprir todas as obrigações ambientais, não há problemas em se ter um tigre de estimação. "Eles são animais relativamente tranquilos e desde filhotes convivem com serem humanos".

Esse é o terceiro caso de animais selvagens encontrado nas ruas de Coahuila nesse ano: há seis meses, um gato montês e um tigre foram abandonados em frente à Profepa; e há quatro meses, militares acharam um leão africano na cidade de Nava. Atualmente, os três animais estão num zoológico local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar