domingo, 30 de novembro de 2008

Ligres: o híbrido do cruzamento de leão com tigre

Conheça o ligre: mistura de leão com tigre


Qualquer criança sabe disso: leão tem uma juba grande, e tigre é todo listrado. Mas você já ouviu falar no "ligre"? E no "tião"? Tadeu Schmidt explica pra gente que mistério é esse.

O território livre da internet é um universo paralelo, onde mitos e lendas se misturam às verdades e onde a imaginação fértil dos internautas dá margem a especulações cabeludas. O caso dos gatinhos engarrafados, por exemplo. Lembra? Ficou famoso.

Quem, em sã consciência, seria capaz de tamanha maldade? Engarrafar filhotinhos como se fossem uísque.

Pois esse é um dos casos mais antigos de mitos da internet que, de tanto circular, quase viram "verdades". Não passa de montagem, tudo mentira.

A partir de hoje, no Fantástico, o detetive virtual vai atrás das histórias mais mirabolantes. Sabe esses e-mails que você recebe, essas coisas que você na internet e fica perguntando: será que isso é verdade? O detetive virtual vai descobrir.

Tem muita gente recebendo uma imagem e achando que se trata de um registro em vídeo de um ET. Mas não é. Acredite: é uma lula.

"É uma lula, é uma espécie já reconhecida pela ciência, chama-se magnapinna talismani, vive em altas profundidades, abaixo de 1.200 metros, é uma região sem luz, absolutamente sem luz, e por isso você vai encontrar várias espécies estranhas, como essa. Mas o vídeo é real, reconhecido também pela própria ciência“, explica o biólogo Marcelo Szpilman.

E a imagem de um “ligre”! Mistura de leão com tigre. Um bicho gigantesco. Você já tinha ouvido falar nisso? Será que esse negócio é verdade? É aqui que entra em ação o detetive virtual

No zoológico Safari Park, na China, tem leão, com aquela juba característica. Tem tigre, igualzinho aos da Família Tigre, que o Fantástico andou mostrando. Mas tem também um grandão. Parece um tigre que caiu na água sanitária, com umas listras meio apagadas.

Isso é um ligre! Filho de leão com tigresa. Leão macho com tigre fêmea dá ligre.

E tem outro que a gente chama de tião. Filho de tigre macho com a fêmea do leão. Cada cruzamento dá um bicho diferente.

Um zoológico em Shenzhen, no sul da China é o único lugar do mundo em que o ligre e o tião convivem lado a lado. E para que esses bichos estranhos nascessem, não foi preciso que nenhum felino pulasse a cerca. Tudo começou com a história de um amor impossível.

Na natureza, não existem ligres nem tiões. Isso porque leões e tigres nunca ocupam o mesmo território.

Em Shenzhen, um tigre, o Russo - que tem esse nome porque foi presente de um circo de Moscou - tinha problemas de relacionamento com os outros tigres. Botaram o russo na jaula dos leões e ele se deu muito bem, principalmente com as leoas. Nasceram dois tiões.

O pessoal do zoológico gostou e levou o “leão cabeleira” para a jaula da “tigresa spice girl”. Desse namoro já nasceram 11 ligres.

Em geral, ligres têm cabecinha pequena em comparação com o corpo. O corpo é enorme, muito maior que o dos tigres ou leões. Isso porque a genética deles não sabe a hora de parar de crescer, efeito colateral dessa mistura.

Por isso, biólogos condenam esse tipo de cruzamento, acham crueldade. Os ligres, quando sobrevivem ao nascimento, raramente vivem mais do que três anos. Já os tiões são menores, mas são enjoados. São muito mais ferozes. Por isso, todo cuidado com eles é pouco.

Ligre e tião, quem diria, existem mesmo.
[Fantástico]

Outros nomes
Liger

Criado intencionalmente
O ligre não existe na Natureza, é um animal criado pelo homem como resultado de cruzamentos intencionais entre leões e tigres. Estamos assim perante um híbrido, que, por esse motivo, é quase sempre estéril. Apesar de ainda não se saber muito sobre esta criatura, tudo indica que, dadas as suas características, se vai tornar o maior felino conhecido.

Neste cruzamento, ao que parece, o gene que determina o tamanho perde-se, crescendo então estes animais de forma inusitada, podendo atingir uma altura corporal de 1,30 m e um comprimento de 2,60 m e pesar mais de 400 kg!


Cruzamentos
Têm sido feitos cruzamentos de pai leão com mãe tigre, e também o inverso, pai tigre e mãe leoa. Ao que parece, os animais resultantes destes dois tipos de acasalamento têm características físicas bastante diferentes, principalmente no tamanho e na coloração do corpo. Podem nascer animais com a coloração típica dos tigres mas com juba de leão, ou um animal que dificilmente se identifica com o tigre ou com o leão, já que apresenta simultaneamente semelhanças com ambos.

Aberrações
Os poucos animais que não nascem estéreis são ainda cruzados entre si, dando origem a verdadeiras aberrações de felinos.

Como pouco se sabe sobre os resultados já conseguidos não vamos, porque não podemos nem queremos, exceder-nos em mais comentários, esperando haver mais informação nos próximos anos, para então conseguirmos fornecer melhores esclarecimentos.

Fonte: http://bicharada.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar