quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Pássaro considerado extinto é encontrado no Espírito Santo. Assista ao vídeo

Biólogos do Espírito Santo descobriram que a saíra apunhalada ainda pode ser encontrada livre na natureza. Os pesquisadores conseguiram fazer imagens do pássaro que era considerado extinto há 50 anos.



A região serrana do Espírito Santo abriga os últimos remanescentes de Mata Atlântica do estado, sendo habitada por mais de 250 espécies de aves, seis delas globalmente ameaçadas de extinção, como é o caso da Saíra-apunhalada Nemosia rourei. No entanto, esta região vem sendo alvo de graves ameaças, entre elas, o desmatamento, cultivo de pinus e eucalipto, cultura de café, lavouras de subsistência, extração ilegal de palmito, exploração de mármore e granito e a construção de condomínios e hotéis de alto padrão. A Saíra-apunhalada foi descrita no século XIX, mas apenas em 1998 a espécie foi redescoberta na Fazenda Pindobas IV, município de Conceição do Castelo, sendo que muitos pesquisadores já consideravam a espécie extinta na natureza. Em setembro de 2003, a espécie foi registrada na região de Caetés, no município de Vargem Alta. Os dois locais onde a espécie tem sido registrada sucessivamente após sua redescoberta - Fazenda Pindobas IV e Caetés - são propriedades particulares. Ambas são áreas de Mata Atlântica e possuem alta diversidade de aves e endemismos. [www.savebrasil.org.br]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar