domingo, 12 de julho de 2009

Chimpanzé que foi de Michael Jackson está vivo

O chimpanzé que foi de Michael Jackson até ao início deste século, Bubbles, afinal, ainda está vivo. Acreditava-se que o animal tinha sido empalhado, mas, de acordo com o jornal Mail One, o símio está num centro especializado na Flórida, nos EUA.

"Provavelmente, a melhor homenagem que podemos fazer a Michael é tomar conta de Bubbles, porque nós sabemos que ele o amava", disse o diretor do Center for Great Apes, Patti Ragan, para onde o animal foi levado quando se tornou violento.

O chimpanzé Bubbles em seu local do santuário

Bubbles nasceu em 1983 e era usado para testes farmacêuticos até que Michael o adotou em 1985. O chimpanzé foi submetido ao papel de “mascote oficial” do Rei do Pop, aparecendo em diversos produtos do cantor e o acompanhando em algumas turnês, como a “The Vad World Tour”, em 1987, quando foi para Tokyo com Michael.

Em 2003, o Rei do Pop revelou no documentário Living with Michael Jackson, do jornalista Martin Bashir, que teve que mandar Bubbles para um santuário porque ele tinha se tornado agressivo, provavelmente devido à rotina estressante e completamente antinatural a que foi exposto.

O chimpanzé que permaneceu anos sob a responsabilidade de Michael está com 26 anos e vive na Flórida. Em sua página no site do santuário é possível fazer doações para pagar os custos de vida de Bubbles no local.

Com informações de Hoje em dia New Station/Foto por Hoje em dia New Station

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar