sábado, 5 de dezembro de 2009

Cobra faminta se engana e come o próprio rabo


(Reprodução/The Sun)


Esta cobra estava com tanta fome que comeu o próprio rabo.
Mesmo percebendo o engano, ela não conseguiu soltá-lo, porque um de seus dentes ficou preso em sua pele.
(Reprodução/The Sun)

Por sorte, seu dono chegou a tempo de resgatá-la antes que ela se sufocasse e a levou para um centro veterinário, no condado de Sussex Ocidental, na Inglaterra.
O veretinário Rob Reybolds, especialista em répteis exóticos, conseguiu abrir a boca da cobra, deslocou a mandíbula dela e tirou o rabo antes dele ser digerido pela faminta dona.
Veja o texto original, em inglês

A Cobra é um animal que muitas pessoas repugnam, essas preferem criar cães ou gatos. Mas existem também as que gostam de ser diferentes, e optam por um animal de estimação mais exótico, dentre eles o mais procurado é a cobra, que ainda leva as pessoas do medo ao fascínio.

O interesse ao criar esses animais é exatamente por sua excentricidade de cores, hábito, instintos, conduta e etc. Para alguns se torna uma maneira de manter contato direto com a natureza e ver como ela é de perto, para outros pode ser uma coisa de louco, mas o que se tem certeza é que essa relação pode dar certo.

O que você só não pode esperar é reconhecimento do seu carinho e atenção por elas pois como já foi dito na matéria sobre iguanas, esses animais não podem ter sentimentos.

Sendo carnívoras precisam de lagartos, ratinhos, aves, ovos ou insetos, esses não precisam necessariamente estar vivos, hoje em dia já vendem muitos congelados, para que as pessoas não precisem passar pela tortura, além de tudo pela praticidade.

Na natureza matam suas presas pelo veneno ou por estrangulamento, não mastigam e após se alimentarem não podem ser incomodadas, devem fazer sua digestão tranquilamente, do contrário sentem-se ameaçadas e vomitam.

Um comentário:

Sinta-se a vontade para comentar