quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Hipopótamo escapa e passeia por cidade Euopéia. Veja

Parque Zoológico de São PauloFêmea 'Nikica' aproveitou a inundação de sua jaula.
Incidente aconteceu em Plavnica, em Montenegro.

Foto: Stevo Vasiljevic/Reuters

A fêmea de hipopótamo chamada 'Nikica' toma água em piscina de um hotel em Plavnica, em Montenegro. Moradores da cidade levaram um susto após encontrarem o hipopótamo perto de suas casas. A fêmea chamada 'Nikica', que pesa duas toneladas, havia escapado de um zoológico particular próximo ao lago Skadar, em Plavnica.  (Foto: Stevo Vasiljevic/Reuters)

 

Foto: Stevo Vasiljevic/Reuters

A fêmea de hipopótamo é vista em um hotel de Plavnica. (Foto: Stevo Vasiljevic/Reuters)

  

Foto: Savo Prelevic/AFP

A fêmea chamada 'Nikica' escapou de um zoológico particular próximo ao lago Skadar, em Plavnica. (Foto: Savo Prelevic/AFP)

   

Foto: Savo Prelevic/AFP

A fêmea chamada 'Nikica' conseguiu escapar devido às fortes chuvas que elevaram o nível da água na área em que fica sua jaula. Com isso, ela conseguiu nada por cima. (Foto: Savo Prelevic/AFP)

 Fonte: G1

HIPOPÓTAMO

Ordem: Artiodactyla

Família: Hippopotamidae

Nome popular: Hipopótamo

Nome em inglês: Hippopotamus

Nome científico: Hippopotamus amphibius

Distribuição geográfica: África

Habitat: Rios e Lagos

Hábitos alimentares: Herbívoro

Reprodução: Gestação de 227 a 240 dias

Período de vida: 40 anos de idade


Considerado o terceiro maior mamífero terrestre, o hipopótamo macho adulto pode medir 4m e chega a pesar mais de 3 toneladas, e as fêmeas até 2 toneladas. Possui uma espessa camada de gordura que protege os órgãos vitais. Sua pele é desprovida de pêlos, exceto nos lábios, orelhas e na ponta da cauda. Os dentes caninos são de crescimento contínuo e podem atingir 60 cm de comprimento e 3 kg de peso no macho e 1 kg na fêmea.

A origem do nome "hipopótamo" vem do grego, e significa "cavalo do rio". Esse nome foi dado a estes animais devido ao seu peculiar hábito de passar a maior parte do dia sob a água, protegendo- se do seu pior inimigo: o calor africano.
Possuem glândulas distribuídas por todo o corpo, que segregam um líquido viscoso de cor avermelhada, que os protegem dos raios ultravioletas. Devido a esta secreção surgiu a crença que o hipopótamo pode "suar sangue".

São excelentes nadadores, suas patas possuem 4 dedos e entre elas possuem membranas que facilitam o nado. Podem ficar até 5 minutos embaixo d'água, e pela ótima adaptação a vida aquática, olhos, orifícios nasais e orelhas estão situados na parte alta da cabeça, permanecendo este órgãos fora d'água.

Os hipopótamos têm hábitos noturnos. Sendo exclusivamente herbívoros, de noite deixam a segurança do rio para irem pastar nas margens.

Antigamente, o hipopótamo era encontrado por toda a África, mas foi extinto de boa parte do norte e sul do continente, com a maioria das populações atuais subsistindo no centro africano. Marcam o território com as fezes, que são espalhadas quando defecam, pois abanam o rabo ao mesmo tempo. Estas fezes servem de fertilizante aos vegetais e alimento aos peixes dos rios e lagos que habitam, tornando-os muito ricos em vida.

Vive em bandos de 30 a 50 indivíduos compostos por fêmeas e filhotes. Os machos vivem em bandos isolados. A Gestação dura aproximadamente 240 dias, nascendo 1 filhote por parto, com 25 a 55 Kg, e caso de gêmeos são raros. Os filhotes ficam entre os adultos, pois são bastante vulneráveis aos crocodilos nos primeiros meses de vida.

Fátima Valente Roberti
Bióloga - DED – Divisão de Ensino e Divulgação
Atualizado por Simone S. Corazza
Bióloga

(Informações da Fundação Parque Zoológico de São Paulo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar