terça-feira, 30 de março de 2010

Cavalos já usam fraldões nas ruas de Porto Alegre


Lei que determina uso de bolsa coletora ainda precisa ser aprovada pelo prefeito



Uma lei aprovada pela Câmara de Vereadores de Porto Alegre já está causando polêmica antes mesmo de entrar em vigor. Ela determina que os cavalos que circulam pela cidade usem fraldas para não sujar as ruas. Os carroceiros reclamam, mas já têm uma alternativa.

Imagem encaminhada pelo leitor Itacir Flores, de Porto Alegre, tirada em Jurerê (SC) em 2007. Pode servir pra ilustrar a matéria, mas tem que botar na legenda que a foto é antiga, e que exemplifica como pode ser a tal fralda do cavalo


Teófilo Rodrigues Mota Júnior é presidente da Associação dos Carroceiros de Porto Alegre. Como ele, há outros quatro mil circulando pela cidade, a maioria buscando material para reciclagem. O vai-e-vem pelas mesmas ruas que os carros segue durante todo o dia.

– Tem gente que coleta de manhã, tem gente que coleta de tarde, depende do horário. Mas é uma rotina. Sempre a mesma coisa, como qualquer outro trabalho.

A lei aprovada para garantir a limpeza das ruas ainda precisa da sanção do prefeito de Porto Alegre para ser colocada em prática. O autor do projeto, vereador Adeli Sell (PT), diz que a tarefa vai ser tão fácil quanto recolher “cocô de cachorro”.

– A questão da bolsa coletora é muito simples. É um equipamento simples, pode ser feito até com um saco de linhagem. Não tem custo praticamente e nós não vamos ter mais os cocôs de cachorro e de cavalos rolando pela cidade.

A multa para quem não utilizar o acessório vai ser de R$ 250. Claro que ninguém quer pagar tudo isso e, antes mesmo que o uso seja obrigatório, o Teófilo já fez o primeiro teste.

Ele abriu um saco e amarrou com arame de um lado para outro da carroça. O rabo do cavalo fica por cima.

– É eficiente. Não cai nada na rua, não tem problema nenhum. Tem até gente que passa na rua e comenta: “Ah, já está usando o fraldão, né?” . Só ficou um troço meio estranho que falam “fraldão”. Como um cavalo vai usar fraldão, né? Mas como eu chamo, um saco de borda, não tem problema nenhum – afirma Teófilo.

clicrbs.com.br
CANAL RURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar