terça-feira, 13 de abril de 2010

Chuvas: animais conseguem perceber desastres com antecedência

Bombeiros resgatam vira-lata no Morro do Bumba, em Niterói. Foto: Fabiano Rocha / Extra

O resgate do pequeno vira-lata no Morro do Bumba, no último domingo, foi emocionante. Outros cãezinhos também escaparam com vida de deslizamentos de terras na comunidade de Viçoso Jardim e no Bairro de Fátima. Todos abandonados por donos que fugiram às pressas ou morreram soterrados. Casos como os de Niterói se espalham pelo mundo. As autoridades do Sri Lanka, por exemplo, não registraram nenhuma morte entre animais depois da tsunami que atingiu o país em 2004. Na época, milhares de seres humanos perderam a vida por causa das ondas gigantes.

Ao contrário dos homens, os bichos são capazes de perceber fenômenos naturais com antecedência e buscarem locais seguros. Muitos acreditam, inclusive, que eles são dotados de um sexto sentido. Mas, para o  veterinário Marcos Makoto Ishizaki, o que os animais têm, na verdade, são olfato, audição e instinto  de sobrevivência mais aguçados que nós.

- Não existe nenhum estudo a respeito de sexto sentido. O que é comprovado é que eles têm audição e olfato mais sensíveis. Quando acontecem tremores, com microabalos, os animais podem captá-los. Eles nem sabem o que é, mas sentem, por instinto, que correm perigo. Cães e gatos, por exemplo, podem captar odores e terem acesso a ondas sonoras que nós não captamos - explica o veterinário da Pet D'Or.
Animais domésticos são um caso à parte. Por estarem dentro de casa, muitas vezes, ficam presos e não conseguem escapar. Mesmo assim, as chances de eles sobreviverem quando soterrados é maior do que a dos seres humanos.

- A maioria dos animais é mais resistente a dor que os seres humanos. Isso pode explicar em caso de sobrevivência de algum cão soterrado, por exemplo - afirma Marcos.

 As doações para os animais abandonados após a tragédia de Niterói podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, na Secretaria municipal de Projetos Especiais (Praça Fonseca Ramos s/nº, Terminal Rodoviário Roberto Silveira, 4º andar, Centro de Niterói).  Os interessados podem doar ração, medicamentos e recipientes para os bichos comerem e beberem água.


Cão percebe tremor na Califórnia
O Parque Nacional Yala, no Sri Lanka, que abriga elefantes, leopardos e crodilos, entre outras centenas de espécies, foi fechado após a tsunami que inundou a reserva ambiental  e matou turistas e funcionários. O fato de nenhum animal ter morrido depois das ondas gigantes, provocadas por um terremoto no oceano, tem explicação.

- Os terremotos emitem sons de seus epicentros que, muitas vezes, são percebidos antes do tremor por animais - garante o veterinário.

A prova de que os cachorros são mesmo mais sensíveis está nas imagens captadas por uma câmera de segurança durante um terremoto em Humboldt County, na Califórnia, nos Estados Unidos, em janeiro de 2009. O cão Sophie, uma mistura das raças labrador e golden retriever, percebe o tremor segundos antes das pessoas que estão no prédio. Confira abaixo.

EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar