quinta-feira, 20 de maio de 2010

Elefanta amputada em mina se recupera com perna mecânica

Mosha perdeu a pata quando tinha sete meses.
Ela é tratada em um hospital de elefantes na Tailândia.

A elefanta Mosha é alimentada em um hospital de elefantes em Lampang, na  Tailândia.

A elefanta Mosha é alimentada em um hospital de elefantes em Lampang, na Tailândia. A instituição é mantida apenas por doações e foi criada em 1993 pela organização FAE (Friends of the Asian Elephant ou 'Amigos do Elefante Asiático'). Desde então, o hospital já tratou de 2.226 casos, de infecções nos olhos até amputações. (Foto: Bronek Kaminski/Barcroft Media/Getty Images)
 

Uma das grandes realizações do hospital foi implantar a perna mecânica em Mosha, um bebê

Uma das grandes realizações do hospital foi implantar a perna mecânica em Mosha, uma bebê elefanta de três anos que perdeu a pata depois de pisar em uma mina terrestre quando tinha apenas sete meses. A prótese permite ao animal levar uma vida normal, e só é retirada quando ela descansa. Quando vê o cuidador se aproximar com a perna mecânica, Mosha já levanta, ansiosa para colocá-la novamente. (Foto: Bronek Kaminski/Barcroft Media/Getty Images)
 
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar