segunda-feira, 26 de julho de 2010

Clone do touro Bandido estreia em rodeio de SP

Chamado de Matador, animal não deu chances para o primeiro peão.
Morto em 2009, Bandido ficou famoso após participar de novela.


Famoso após participar da novela “América”, o touro Bandido morreu no início do ano passado e deixou de herança material genético para clonagem. O processo deu origem a quatro tourinhos, criados em uma fazenda no interior de São Paulo. No domingo (25), um dos clones participou pela primeira vez de um rodeio.
Pelo que se viu na arena, o clone é tão bandido quanto o original – foi a primeira vez que um animal clonado participou de um rodeio. Com o nome de Matador, o touro não deu chances para o peão logo no primeiro desafio. Lucimar Lauriano, de 21 anos, só resistiu por 2,5 segundos: “O touro é bravo.”
É preciso muita segurança para se aproximar do clone do Bandido. Quem conheceu o original fica impressionado com a semelhança entre os animais.
Bandido era implacável. Nenhum desafiante conseguiu ficar mais de oito segundos em cima dele. “Ele tinha uma característica de pulo totalmente particular. Era um pulo de lado que dificultava muito para os peões ficarem em cima dele. O Matador tem uma característica bastante semelhante”, destaca o veterinário Alfredo Maia Filho.
“Ele representa o Bandido. Não vou dizer que vai ser igual, mas representa aquele que foi o maior touro de rodeio de todos os tempos”, aponta o dono dos clones, Paulo Emílio.
Mais de 2 mil amostras de sêmen do touro bandido foram congeladas. Ele já tem mais de 70 descendentes. Bandido está enterrado em um parque de Barretos, a 423 km de São Paulo. Ele participou de mais de 200 competições.

 Do G1 SP, com informações do Bom Dia Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar