quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Ataques de tubarão. Coisas que você talvez não saiba

Os ataques de tubarões raramente são intencionais. Na maior parte das vezes, as vítimas são pescadores enquanto manuseiam animais ainda vivos, praticantes de caça submarina que transportam peixes arpoados a sangrar, banhistas ou surfistas que entram em zonas habituais de alimentação dos tubarões, náufragos de acidentes aéreos ou navais. O tubarão-branco, entre outros, é, no entanto, um animal muito curioso que pode aproximar-se, por exemplo, de um surfista para “ver e provar o que se passa”, acabando eventualmente por dar uma dentada de consequências porventura trágicas, mas afastando-se em geral logo de seguida. Foram até hoje registados na Europa cerca de 40 ataques de tubarões não provocados, de que resultaram 18 mortes. Em Portugal, desconhecem-se acidentes mortais deste tipo. Nos últimos anos foram relatados ataques, nomeadamente de tubarão-martelo, cação e tintureira, a praticantes de caça submarina e fotógrafos de vida marinha, sobretudo nos Açores.

Um comentário:

Sinta-se a vontade para comentar