quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Tamanduá bandeira é mais uma vítima de incêndio florestal

Associação de Assis recebeu cerca de 80 animais apenas em setembro.
Com queimaduras pelo corpo, tamanduá reage bem ao tratamento.


Tamanduá recebe tratamento em Assis, no interior
de São Paulo (Foto: APASS/Divulgação)

As queimadas que continuam atingindo matas no interior de São Paulo mataram dezenas de animais silvestres neste ano e deixaram outros feridos. Um tamanduá-bandeira conseguiu escapar de um incêndio em uma mata de Dracena, a 634 km da capital paulista, mas ficou com patas, focinho, olhos e metade do corpo queimados.

O animal, que está na lista de espécies ameaçadas de extinção no país, está em tratamento em Assis, também no interior de São Paulo. Só no mês de setembro, a Associação Protetora de Animais Silvestres em Assis recebeu cerca de 80 animais vítimas de queimadas em matas e canaviais da região. A fêmea de tamanduá-bandeira continua sob cuidados especiais e reage bem.

Na cidade de Paraguaçu Paulista, uma família encontrou um veado-catingueiro queimado próximo a um canavial. Fraco e cego, ele recebeu os primeiros socorros de ambientalistas. Ele não conseguiu sobreviver aos ferimentos e morreu na manhã desta segunda-feira (20).

Associação de Assis recebeu cerca de 80 animais apenas em setembro. Com queimaduras pelo corpo, tamanduá reage bem ao tratamento.

-Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar