quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Descoberto novo macaco na Birmânia que espirra quando chove

Macaco: imagem reconstruída foto do Dr. Thomas Geissmann
Conservacionistas encontraram uma nova espécie de macaco no norte da Birmânia, que tem um nariz com as narinas arrebitadas que enchem de água quando chove, fazendo-os espirrar. Em dias chuvosos, os macacos são observados por se sentar e colocar a cabeça presa entre os joelhos - logicamente para evitar que a água da chuva adentre em suas narinas.

Conhecido no dialeto local como nwoah Mey, ou "macaco com um rosto para cima," o macaco de nariz arrebitado é considerado criticamente ameaçado, com uma população estimada de 300 ou menos, de acordo com a Fauna and Flora International.

A população local disse ao Programa de Conservação de Primatas que os macacos eram fáceis de encontrar nos dias de chuva, porque as pessoas podem ouvir o espirro.

As narinas do animal são voltadas para cima, portanto, quando chove, a água entra pelas cavidades, fazendo com que o macaco espirre. Há outras espécies com esse tipo de nariz, mas são bastante raras.

Os animais são pretos e têm tufos de pelo branco saindo das orelhas. Eles também têm barba no queixo, lábios carnudos e uma cauda longa, com comprimento de em torno de 140% o tamanho de seu corpo. Foi nomeado strykeri Rhinopithecus pelos conservacionistas, de acordo com a BBC .

Todos semnopitecos estão ameaçadas, e enquanto outras espécies são conhecidas na China e no Vietnã, é o primeiro a ser encontrado (por cientistas) na Birmânia. Uma vez que não estão ainda disponíveis as fotos do macaco vivo, a foto acima é uma reconstrução por Photoshop pelo Dr. Thomas Geissmann "baseado em um macaco de nariz arrebitado Yunnan e as carcaças das espécies recém-descobertas. "

A AFP relata que o macaco está geograficamente isolada de outras espécies, pois seu habitat, uma área no Estado de Kachin, é separada pelo rio Mekong e Salween. Como a maioria dos primatas e outras espécies ameaçadas, o seu habitat está ameaçado devido ao desmatamento, tanto locais quanto por empresas chinesas que operam ilegalmente. Local de caça também é um problema, e uma aplicação é necessária para combater o comércio internacional ilegal de animais silvestres.

'Mey nwoah'

Entrevistas com a população local revelaram que, embora cientistas desconhecessem a espécie, os moradores da área já sabiam da existência do animal, que é conhecido como mey nwoah, ou "macaco com o rosto virado para cima".

Segundo relatos de caçadores, é particularmente fácil identificar os macacos quando chove: eles espirram alto quando a água da chuva cai em suas narinas e tendem a ser vistos com a cabeça entre os joelhos.

Todas as espécies de macacos de nariz arrebitado são consideradas seriamente ameaçadas de extinção, incluindo o impressionante macaco de rosto azul R. roxellana.

A caça e a destruição do habitat desses animais são os fatores que mais ameaçam as populações de animais no mundo.

A ONG Fauna & Flora International já iniciou campanhas envolvendo a população da área e a indústria madeireira para que o habitat da nova espécie seja protegido.

"Se pudermos convencer a população da área a parar de caçar o macaco de nariz arrebitado, por meio da criação de um sentimento de orgulho local, desenvolvendo patrulhas comunitárias e monitoramento, e oferecendo fontes alternativas de sustento para comunidades que dependem da floresta, poderemos salvar (a nova espécie) da extinção", disse Momberg.

Para mais notícias, visite o site da BBC Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar