sábado, 19 de março de 2011

Baleias jubarte: Novo refúgio é descoberto no Havaí



O peso médio de uma jubarte é de aproximadamente 40 t, e o maior exemplar já visto possuía 19 m
Foto: AFP

Pelo estudo de chamadas de baleias, cientistas descobriram que milhares de baleias jubarte podem estar passando o inverno e se reproduzindo nas remotas ilhas no noroeste do Havaí. Embora as principais ilhas havaianas sejam as mais importantes áreas de procriação para as jubarte do Pacífico Norte, servindo como lar para mais de 8 mil baleias de dezembro a maio, não se sabia que elas também se reproduziam mais longe, na região leste do arquipélago. A pesquisa está em uma edição recente do periódico Marine Ecology Progress Series.

"Não temos certeza sobre os números exatos, mas a abundância de sons de baleias jubarte que gravamos é essencialmente idêntica à que obtemos normalmente nas principais ilhas havaianas e sugere que os números não são totalmente desproporcionais", afirmou Marc Lammers, biólogo marinho no Instituto de Biologia Marinha do Havaí e principal autor do estudo.

Ele e seus colegas mergulharam nas águas da região para colocar gravadores acústicos que detectam a ocorrência de sons de baleias, um indício de atividade de reprodução invernal. Ainda há algumas questões sem resposta, como onde as baleias passam o verão. Baleias que no inverno ficam ao redor das ilhas principais nadam para o norte para veranear e se alimentar no Alasca e é possível que as baleias recentemente detectadas também sigam para lá. Porém, em 2008, um grupo de jubartes desconhecido anteriormente foi descoberto veraneando nas Ilhas Aleutianas e no Mar de Bering.

Uma vez que não se sabe onde elas passam o inverno, as baleias podem ser as mesmas recentemente encontradas nas ilhas do noroeste havaiano, afirmou Lammers. Para que isso seja determinado, os pesquisadores esperam continuar seu trabalho coletando identificações fotográficas de caudas de baleias e amostras para biópsia genética. As jubartes do Pacífico Norte também se reproduzem em Taiwan, Filipinas, Baixa Califórnia e nas costas no Pacífico do México, da Guatemala, de El Salvador, da Nicarágua e da Costa Rica, entre outros locais

Fonte: The New York Times

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar