quarta-feira, 30 de março de 2011

Orca que matou treinadora em parque da Flórida volta aos shows

Tilikum matou Dawn Brancheau, 40, em apresentação em fevereiro de 2010.
Parque Seaworld de Orlando prometeu segurança em novo show.


A orca Tilikum, que matou sua treinadora no parque Seaworld de Orlando, voltará a dar um show nesta quarta-feira (29) pouco mais de um ano depois do trágico incidente, segundo a imprensa local.

O presidente do Seaworld, Jim Atchison, assinou a ordem para que a polêmica orca volte aos espetáculos e espera-se que Tilikum participe na quarta-feira do espetáculo "Believe" (Acredite) às 11h locais (12h de Brasília), informou o "Orlando Sentinel" em sua edição eletrônica.

A apresentação de Tilikum será a primeira diante do público desde 24 de fevereiro de 2010, quando a orca foi notícia em todo o mundo pela morte da treinadora Dawn Brancheau, de 40 anos.

"Participar dos shows é apenas uma parte do dia de Tilikum, mas acreditamos que é um componente importante de seu enriquecimento físico, social e mental", disse anteriormente, em um comunicado, Kelly Flaherty Clark, encarregado do treinamento de animais no Seaworld.

O Seaworld adotou uma série de novas medidas de segurança para seus treinadores após a morte de Brancheau e já havia adiantado que o animal voltaria aos espetáculos.
Dawn Brancheau com um das orcas do parque (Foto: AP)

A orca "Tilikum" já esteve relacionada a outras duas mortes humanas: um treinador, em 1991, e um homem que caiu em seu tanque, em 1999.

Na morte de Brancheau, seu comportamento foi tão agressivo que as equipes de socorro não conseguiram mergulhar para salvá-la e a treinadora, uma das mais experientes do Seaworld, ficou totalmente indefesa.

O terrível incidente, que foi testemunhado por várias pessoas do público que não tinham deixado o local após o final do espetáculo, foi registrado pelas câmeras de vídeo, que o parque se negou a divulgar por serem parte das investigações em andamento.

No momento em que processos ainda estão em curso e que a Agência americana de Segurança no Trabalho impôs multas à companhia por colocar em risco seus trabalhadores, a Seaworld adotou novas medidas de segurança em seus parques de Orlando (Flórida), San Diego (Califórnia) e San Antonio (Texas).

A empresa garantiu que os treinadores ficarão à distância e sem contato direto com Tilikum, e instalou uma vedação no tanque, além de novos sistemas de proteção para casos de emergência.

AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar