quinta-feira, 16 de junho de 2011

Grou-coroado-preto. Zoológico alemão apresenta ave natural do Saara

O zoológico de Hellabrun, na Alemanha, apresenta um grou-coroado-preto na quarta-feira (15).

A ave exótica, também conhecida como grou de Kaffir, é natural do sul do Saara, na África.

Christof Stache/France Presse

O grou coroado preto é natural do sul do Saara, na África

Grou Coroado Preto (Balearica pavonina) - Black Crowned Crane

O grou-coroado (Balearica pavonina) é um grou africano. Também é conhecida pelos nomes de ganga e grou-real. Essas grandes aves se reúnem ao redor de brejos no norte e centro da África. Alimentam-se de vegetais, sementes, insetos, sapos, minhocas, cobras, pequenos peixes e ovos de vertebrados.

O grou coroado é a mais bonita das aves de sua família. Destaca-se entre os gruídeos pelo penacho sedoso que ostenta no alto da cabeça e pela parte nua em tomo dos olhos que é branca manchada de vermelho escarlate. Possui um bico pequeno e bem proporcionado e uma carúncula vermelho-viva pendurada sob o pescoço. Vive aos pares ou em bandos de centenas de indivíduos. Habita as margens dos rios e lagos cobertos por vegetação alta. Anda em passos lentos, mas, se perseguido ou assustado, pode alcançar grande velocidade. Antes de alçar vôo, corre pelo chão com as asas abertas.

É considerado a ave sagrada da tribo watusi e encontra-se por toda a África meridional, desde a Rodésia e Transvaal até a África do Sul.

Fonte: Wikipedia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar