quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Fêmea provoca separação de 'pinguins gays' de Toronto

Os pinguins gays de Toronto, no Canadá, Buddy e Pedro, separaram-se, depois de um deles ter acasalado com uma fêmea. A história dos dois animais mobilizou ativistas por estes terem sido forçados a tornarem-se heterossexuais.

A história ganhou o apelido de Brokeback Iceberg, em alusão ao filme de cowboys homossexuais, Brokeback Mountain, e os pinguins tornaram-se celebridades na internet.

Fêmea provoca separação de 'pinguins gays' de Toronto 

Os chamados "pinguins gays" de Toronto, no Canadá, Buddy e Pedro, se separaram oficialmente, segundo funcionários do zoológico local, após um deles ter encontrado uma outra cara metade, mas do sexo feminino. Eles foram separados no mês passado por funcionários do zoológico, que afirmam que os animais precisam se reproduzir, já que os pinguins africanos são uma espécie ameaçada.

Buddy agora está com uma fêmea, mas Pedro permanece solitário, mesmo após várias tentativas. Buddy e Pedro compartilharam um ninho por cerca de um ano antes de terem chegado ao zoológico.

Vídeos do casal de pinguins se tornaram altamente populares na internet. Tom Mason, o curador das seções de pássaros e invertebrados do Zoológico de Toronto, afirmou, em uma entrevista coletiva na segunda-feira, que três dias após o relacionamento entre a dupla de pinguins ter terminado, Buddy formou um par com a fêmea Farai, no dia 19 de novembro.

Pedro vem cortejando outra fêmea, Thandiwey, há várias semanas, mas ela não tem dado sinais de estar muito interessada. Mason disse que a relação entre Buddy e Pedro tem sido social, mas não sexual, e que os dois provavelmente acabarão se acasalando com fêmeas.

Buddy, de 21 anos, chegou a ter uma parceira por uma década, com quem teve filhotes. Mas Pedro, de 10 anos, ainda não teve filhotes.

Redação 24 Horas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar