terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Quolls, os gatos-marsupiais e o rito sexual de morte


Você pode nunca ter ouvido falar sobre os quolls, os gatos-marsupiais, um gato típico da fauna australiana, mas não vai esquecê-lo quando descobrir como são os rituais de acasalamento da espécie. Durante o inverno, todas as fêmeas ficam excitadas ao mesmo tempo, causando uma agitação reprodutiva na espécie. Os machos tentam acasalar com o máximo de fêmeas possível e isso não acontece de um jeitinho carinhoso. Eles agarram as companheiras pelo pescoço e as arrastam. As sessões de acasalamento duram, em média, três horas, mas podem levar um dia inteiro para terminar. Isso ocorre porque o quoll macho libera pouco esperma por vez, então eles precisam ejacular várias vezes para garantir que seus genes sejam repassados. Os quolls machos são violentos e cruéis. Na verdade, com tantas mordidas, arranhões e gritos, ao final do sexo, muitas fêmeas morrem e são comidas pelos parceiros enraivecidos.


Como se a natureza quisesse compensar as fêmeas pelo seu sofrimento, muitos machos gastam tanta energia durante o acasalamento que acabam perdendo peso, ficando carecas e morrem algumas semanas depois da fúria sexual.


O acasalamento ocorre durante os meses de inverno. Uma vez que a fêmea quoll feminina tenha sido emprenhada, as dobras de sua barriga convertem-se em uma bolsa que se abre na parte de trás. O período de gestação é de 21 dias. O bebê quoll, ou cachorro, é do tamanho de um grão de arroz. Até 18 quolls nascem em cada ninhada, mas apenas seis sobrevivem às primeiras duas semanas. Os sobreviventes permanecem na bolsa de sua mãe durante oito semanas, amamentando-se em uma das seis tetas da mãe. Durante a nona semana os filhotes aventuram-se fora da bolsa e nas costas da mãe, onde permanecem por seis semanas. O quoll atinge a maturidade quando está com um ano, e tem uma vida útil natural entre dois e cinco anos.


Na Tasmânia, onde ainda vivem no mato, o acasalamento ocorre de maio a junho. Quolls são marsupiais, como cangurus e gambás, mas ao contrário destes animais, a fêmea desenvolve uma bolsa de apenas há um curto tempo antes dela dar à luz. Após uma gestação de três semanas, até 30 crias embrionárias de tamanho de um grão de arroz nascem cegas e rastream seu caminho para a bolsa. Nesta fase, eles são quase irreconhecíveis - apenas uma cabeça, as pernas e abdome. Existem apenas seis mamilos disponíveis para os filhotinhos se anexarem para mamar, e aqueles que não encontram a teta serão perdidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar