quarta-feira, 11 de julho de 2012

15 animais que foram extintos nos últimos 250 anos


Antílope Azul (Hippotragus leucophaeus) - Extinto por volta do ano 1800.
Este animal habitava as savanas do sul da África, mas desapareceu por causa da colonização europeia. A espécie foi dizimada pela caça e, além disso, o habitat natural dos antílopes azuis foi tomado pela agricultura.

Bandicoot-pés-porco (Chaeropus ecaudatus) - extinto nos anos 1950.
Era um marsupial originário do interior da Austrália. A causa de sua extinção permanece indefinida. Moradores da região afirmam que o animal era raro mesmo antes da colonização europeia.


Bilby-pequeno (Macrotis leucura) - extinto nos anos 1950.
Era uma espécie de marsupial que vivia em toda a Austrália. Foi extinto por vários fatores, como a chegada de predadores estrangeiros à região (gato e raposa) e a competição por comida com outros animais (principalmente o coelho).

Cervo de Schomburgk (Rucervus Schomburgki) - extinto em 1938.
Era um mamífero extinto da família dos cervídeos. Habitava a Tailândia e desapareceu devido à caça excessiva.

Dugongo de Steller (Hydrodamalis gigas) - extinto em 1768.
Foi um mamífero da ordem Sirenia (a mesma do peixe-boi) que habitava o mar de Bering, uma extensão do Oceano Pacífico. Foi extinto por causa da caça promovida pelos colonizadores que apreciavam sua carne.

Emu-negro (Dromaius ater) - extinto em 1822.
Era uma subespécie de ave struthioniforme. Habitava uma ilha da Austrália. Foi extinta por causa da ação de colonizadores.

Foca-monge-do-caribe (Monachus tropicalis) - extinta em 1932.

Foi uma espécie de mamífero que habitava o Mar do Caribe. Sua extinção ocorreu por causa da caça. Sua pele era grandemente cobiçada por pescadores. Chegava a 130 kg e 2,4 metros de comprimento.

Norfolk Kaka (Nestor productus) - extinto por volta de 1800.
Era uma ave da Ilha Norfolk (Austrália). Foi extinta por causa da caça.


Periquito-das-Seychelles (Psittacula wardi) - extinto por volta de 1900.
Era um papagaio originário das Ilhas Seychelles, no Oceano Índico. Provavelmente foi extinto por causa da ação de agricultores.

Quagga (Equus quagga quagga) - extinto em 1883.

Era um mamífero que habitava a África do Sul Apresentava listras apenas em parte do corpo. Sua linhagem desapareceu por causa da caça promovida por colonizadores.

Rinoceronte Negro do Oeste Africano (Diceros bicornis longipes) - extinto em 2011.
Era uma subespécie do rinoceronte negro que habitava o centro-oeste da África. Foi extinto devido à caça predatória.


Tigre-do-cáspio (Panthera tigris virgata) - extinto nos anos 1960.
Era um mamífero que habitava o Curdistão, a China, a Turquia, o Afeganistão e o Irã. Desapareceu devido à caça predatória. Durante o século 19, o Império Russo determinou a matança dos animais para tornar a região mais colonizável.


Tilacino (Thylacinus cynocephalus) - extinto em 1936.

Conhecido como lobo-da-tasmânia, foi o maior marsupial carnívoro dos tempos modernos. Habitava a Austrália e a Nova Guiné e foi extinto por causa da caça.

Wallaby-rabo-de-prego-crescente (Onychogalea lunata) - extinto em 1956.
Era uma marsupial do tamanho de uma lebre. Sua linhagem desapareceu por causa da colonização europeia, que introduziu um novo predador à Austrália: a raposa.


Wallaby-toolache (Macropus greyi) - extinto em 1943.

Era um canguru originário do sudoeste da Austrália. Entrou em extinção por causa da caça à pele.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar