domingo, 2 de setembro de 2012

As marmotas e eu: estudante, 8 anos, tem uma amizade notável, com uma colônia de animais alpinos

Matteo Walch, 8 anos, criou uma incomum amizade com um grupo de marmotas. Os animais são conhecidos por serem "tímidos" e evitarem humanos
Elas são notoriamente tímidas perto de humanos, balançando suas caudas e batendo os dentes tentando nos repelir antes de emitir assobios altos para avisar a outros membros de sua colônia para fugir.
Mas quando essas marmotas alpinas veem  Matteo Walch, achegam-se para o lado dele e mostrar-lhe nada mais que carinho.
Aos oito anos de idade, o menino construiu uma notável relação com as criaturas desde a primeira vez que foi vê-los com sua família, amante da natureza, há quatro anos.

A família volta para visitar a colônia em Groslocker nos Alpes austríacos durante duas semanas a cada ano.
A mãe de Matteo, Michaela, disse: "A amizade deles durou mais de quatro anos.
"Ele ama os animais e eles não teem medo de Matteo, porque ele tem um sentimento em relação a elas e elas entendem isso.

'Nós vamos lá todos os anos por duas semanas - é surpreendente observar a ligação entre um menino e seus amigos animais.

Marmotas tem cerca de 18 centímetros de altura e chegam a até 50 centímetros de comprimento.
Curiosamente, os animais são mais pesados ​​no outono, quando podem pesar até 8 kg, em comparação com 3 kg nos meses de primavera. [dailymail.co.uk]



A marmota (Marmota marmota) é um roedor mamífero da família Sciuridae, parente próxima, portanto, dos esquilos. Robustas e roliças, as marmotas medem até 75 cm de comprimento, fora a cauda, que pode ter mais de 15 cm. No outono, quando se preparam para hibernar, as marmotas chegam a pesar até 8 kg. Ao fim do inverno pesam aproximadamente 4 kg. As pequenas orelhas e patas contrastam com a cabeça grande desse roedor. A pelagem da marmota é cinza com tons amarelados.

Vivem em grupos de, em média, 12 indivíduos, nas regiões montanhosas do hemisfério norte, na Europa e na Ásia, em locais de clima rigoroso onde a vegetação é reduzida a algumas ervas. As marmotas são encontradas em maior número na região dos Alpes.

Animais de hábitos diurnos, as marmotas moram em tocas que são interligadas por uma rede de túneis profundos e extensos. Durante o inverno, as marmotas se recolhem em suas tocas para a hibernação, período que chega há seis meses. Esses meses são de sono profundo. As batidas do coração e a respiração são lentas, e a temperatura corporal da marmota cai aproximadamente 7° C. Essas são as formas que o organismo encontrou para economizar as energias.

Herbívoras, as marmotas alimentam-se principalmente de raízes. É raro beberem água.

As marmotas emitem sons para se comunicarem, sobretudo quando se sentem ameaçadas. São muito sociáveis. Têm como inimigos naturais às aves de rapina.

Assim que acaba o período de hibernação, as marmotas estão magras e famintas. Após se recuperarem, tem inicio a época da reprodução. A gestação dura de 5 a 6 semanas. É comum que os filhotes nasçam em meados de abril. Em cada ninhada podem nascer de 2 a 7 filhotes. Ao nascer são cegos e pelados, por isso permanecem na toca por cerca de 6 semanas. Os pequenos filhotes demoram dois anos para se tornarem adultos, sendo que a fêmea só terá outra ninhada após esse período.

São conhecidas 14 subespécies do gênero marmota, sendo as mais comuns a Marmota monax (Canadá), Marmota bobak (Europa oriental, Sibéria e baixo Himalaia).

Quanto à expectativa de vida, as marmotas vivem de 15 a 18 anos, sendo que geralmente as fêmeas vivem mais que os machos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar