domingo, 17 de março de 2013

Os animais mais fedorentos do planeta


Os animais mais fedorentos do planeta.


Pensam vocês que só o gambá é um animalzinho fedido? Não! Existem muitos outros bichinhos (e bichões) que fedem um bocado, não por serem porcos ou não tomar banho regularmente, mas por usarem suas qualidades odoríferas (não sei nem se essa palavras existe, hem) nas situações específicas, como acasalamento, defesa, etc.

De um lado você tem o bonito e o fofinho; por outro lado você tem os não tão bonitos, especialmente quando eles liberam o mais nocivo dos cheiros. Você não pode culpá-los, embora muitos destes pequenos fedorentos usarem suas armas fedorentas em legítima defesa. Apenas certifique-se que você não incomodá-los. Viva e deixe viver é a abordagem mais sábia quando se trata de algumas dessas criaturas.

PORCO-ESPINHO – antes de se acasalarem, os machos banham a fêmea com sua própria urina. Caso ela não se oponha, é sinal de que está pronta para o acasalamento. Sem dúvida, é uma demonstração de amor nada convencional.


RAPOSA – símbolo nas histórias infantis de astúcia e sagacidade, a raposa também é lembrada por seu mau cheiro. Esse animal possui glândulas próximas à região do ânus que produzem uma secreção com odor nada agradável. Além disso, sua urina também tem um cheiro forte, o que faz da raposa um dos animais mais fedidos. Os cheiros são também um meio de comunicação importante. Você pode ter observado como cães domésticos gostam de cheirar e urinar sobre hidrantes de incêndio. Isso porque esses objetos tornar perfeito "quadros de avisos" de informação social. Raposas fazem a mesma coisa nas árvores, lendo os mensagens com seus narizes, e deixando uma nota com suas próprias glândulas odoríferas ou urina.

Da mesma forma as raposas usam os aromas em sua urina para marcar seu território. Uma vez que cada raposa tem um cheiro único, torna-se uma assinatura para afastar outras raposas de intrusão. O mau tempo eo tempo pode diluir o cheiro depois de alguns dias, assim que deve ser atualizado com freqüência.

Em um dia de vento alguns perfumes pode transportar por quilômetros, dando raposas um mapa claro da área. Desta forma raposas têm um GPS embutido para orientar a sua viagem.

Uma raposa sensibiliza o nariz

Um estudo feito por J. David Henry descobriu que as raposas também usam urina como um método de contabilidade. Quando faz a limpeza, uma raposa pode visitar centenas de locais em busca de comida. Quando uma raposa precisa atravessar um local fora de sua lista, ele vai marcar o local com urina. Isto torna mais fácil despedir aromas previamente investigados em futuras viagens.

Durante a época de acasalamento, a raposa usa um perfume mais delicado, a partir de uma glândula na cauda. Esta fragrância conta outras raposas sobre possíveis oportunidades de acasalamento, e pode ser um bom começo de relacionamento para jovens adultos.

Raposas também excrementos Imprint com glândulas localizadas entre as pernas, e deixam marcadores com glândulas entre os dedos dos pés. Para os seres humanos de todos estes aromas se combinam para formar um distintivo gambá-like ou almiscarado "cheiro de raposa". Raposas provavelmente acha que os seres humanos cheiro muito estranho também.




PERCEVEJO – apesar do tamanho reduzido, os percevejos da família dos pentatomídeos possuem um mau cheiro de “gente grande”. Alguns deles ainda são capazes de lançar sua secreção fedorenta a 30 centímetros de distância.

BOI-ALMISCARADO – a urina produzida por este animal possui um odor tão forte que é capaz de deixar os seus olhos lacrimejando. Além de ser usada para marcar território, ela também faz parte do processo de acasalamento. Falando de almíscar, você sabe que um animal é provável que o cheiro quando seu nome deriva de produzir um cheiro. O boi-almiscarado é um mamífero peludo, com chifres que habita o Ártico. Ele é chamado de boi, mas é mais estreitamente relacionado a ovelhas e cabras que bois normais. O "musk" do boi almiscarado só é produzido pelos machos. O cheiro vem da urina do animal, que ele usa para marcar seu território durante a época de acasalamento. Isso é importante, porque durante a época de acasalamento bois almiscarados são particularmente agressivos. Bem como carneiros, eles vão lutar com cabeçadas até que um se submeta. Eles são tão agressivos que sequer deixam pássaros pousar em seu território. Quando o boi almiscarado marca seu território, um monte de urina com mau cheiro fica emaranhado na barriga peluda do animal. Isso explica o seu cheiro geralmente bruto.



URUBU – este animal costuma vomitar quando se sente ameaçado. Não obstante ter uma estratégia de defesa como essa, ele ainda defeca nas próprias pernas para se refrescar.


GAMBÁ – sem dúvida, este é o bicho mais popular da lista dos animais fedorentos. Toda vez que está em perigo, ele lança um óleo ácido em forma de spray cujos compostos químicos são os mesmos encontrados em ovos podres. A substância é produzida por glândulas localizadas abaixo de sua cauda.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar