terça-feira, 9 de abril de 2013

Furão por poodle? Argentinos são enganados

Quem gosta de animais deve ficar longe da maior feira do rolo da América do Sul, o mercado de La Salada, em Buenos Aires, Argentina. Lá, alguns espertinhos vendem lindos filhotes de poodle toy (aquela variedade pequena da raça), mas, quando vai ver, nem cachorro o bicho é.

Argentinos compram furão pensando ser poodle


Pessoas que frequentam uma feira de animais na Argentina estão comprando gato por lebre. Na verdade, furão por poodle.

A imprensa local noticiou a história de um homem que estava procurando poodle toy na feira de La Salada. Ao chegar em casa, a vítima descobriu o golpe. O poodle não passava de um furão.

Os furões, que os argentinos chamam de "ratos brasileiros", recebem tratamento com esteroides para passarem por poodle, de acordo com o "Huffington Post".

A vítima teria pago o equivalente a R$ 300 pelo poodle-furão, noticiou o "Yahoo! News".

Uma mulher também caiu no golpe. Ela disse a uma rádio de Buenos Aires ter comprado um filhote de chihuahua na feira. Não era um chihuahua. Também era um furão.

Um homem aposentado de Catamarca acabou ludibriado pelo preço campeão para um cão de raça. Quando ele levou os "cães" a um veterinário para as vacinas, teve a surpresa - ele tinha comprado, na verdade, o que os argentinos chamam de "rato brasileiro", também conhecido por furão ou ferret. Pior, os animaizinhos tinham recebido esteroides no nascimento para aumentar de tamanho e depois ainda embonecados para fazer seus pelos lembrarem os de um poodle toy fofo.

(Redação O Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar