sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Cuxiú-Preto, macaco ameaçado de extinção, é encontrado em Vitória

foto: Divulgação
Macaco da espécie Cuxiú-Preto é apreendido em Vitória
Macaco da espécie Cuxiú-Preto é apreendido em apartamento no Centro de Vitória

Um macaco Cuxiú-Preto, espécie rara, foi apreendido nesta sexta-feira (04) pelo Ibama em um apartamento no Centro de Vitória. Por viver em cativeiro há 11 anos, o primata não poderá passar, diretamente, pelo processo de reintrodução à natureza. De acordo com técnicos do Instituto, macacos da espécie Cuxiú-Preto - que está em extinção - tendem a entrar em depressão quando ficam sozinhos em cativeiro. O proprietário do animal foi multado em R$ 5 mil.

O macaco não será enviado ao Centro de Reintrodução de Animais Silvestres (Cereias), em Aracruz, como ocorre com outros animais aprendidos pelo Ibama. Ele deve permanecer ainda 15 dias com o dono, que o mantinha em casa de forma irregular, e depois ser levado para o Centro Nacional de Primatas, no Pará.

No local, o animal vai receber cuidados para ser reintroduzido à Natureza. A adaptação com o Caxiú-Preto é complexa, pois será necessário que ele passe a integrar um grupo de macacos da mesma espécie para que a soltura seja realizada. Segundo os fiscais do Ibama, essa espécie só ocorre entre o Rio Tocantins, localizado no estado do Pará, e o Rio Grajaú, no estado do Maranhão.

Aves


Além do macaco, o Ibama apreendeu 51 aves, sete delas de espécies ameaçadas de extinção. As aves serão encaminhadas para o Cereias. O órgão chegou aos proprietários dos animais por meio de denúncias de moradores da Grande Vitória. Os interessados em denunciar crimes ambientais podem utilizar o Sistema Linha Verde do Ibama no número 0800 61 8080. Não precisa se identificar.

Fonte: Gazeta Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar