terça-feira, 17 de agosto de 2010

Coleiro, o pequeno pássaro do canto mágico

Coleirinha, papa-capim - (Sporophila caerulescens)


Este pequeno pássaro nativo do brasil pode ter, conforme a espécie, uma coleira ao redor do pescoço.
Apresentação: ele canta constantemente e é muito fácil de ser encontrado e amansado. Por causa de sua docilidade, este pássaro, muito comum no Brasil, é freqüentemente encontrado em cativeiro. Em um mês, se acostuma à gaiola, não se debate contra as grades, não se machuca. É rara a casa de passarinheiro que não tenha um coleiro. Ele é conhecido também pelos nomes de coleiro virado, coleiro da bahia, coleiro estrela, coleiro macaco ou gravata ( peito branco ou laranjeira (peito amarelo) e papa capim. Este último nome é devido ao fato de que é muito fácil encontrar um coleiro em capinzal, procurando comer o pendão com sementes do capim. Alias, onde há sementes, há sempre um coleiro: perto dos arrozais, dos campos arados.

Ele vive em campos perto de fazendas e já chegou a viver em cidades, de onde foi expulso pela poluição. Embora seja um dos pássaros mais comuns e conhecidos, ainda restam duvidas quanto à sua classificação científica.

Coleirinho - fêmea (Sporophila caerulescens ) 
Espécies: a mais aceita é sporophila c. caerulescens, com partes superiores cinzentas, cabeça e coleira cinza escuro, peito branco; sporophila c. hellmayr, com peito amarelo em vez de branco, e cinzento esverdeado nas partes superiores. o primeiro vive no centro e sul do brasil e o segundo no brasil central. Há também os coleiros que não têm a mancha da coleira no pescoço, mas que por suas características foram classificados juntamente com estes: o sporophila ardesiaca, que tem o peito branco e a cabeça e o pescoço cinzento-escuro, formando uma carapuça, vive em minas, são paulo e espírito santo, e o sporophila nigricolis, cinza-esverdeado nas costas e na carapuça e amarelo no peito, que vive no brasil central, norte e nordeste. As fêmeas são muito parecidas, de uma cor inteiramente parda. Quando adultas adquirem uma coleira parda escura, como se fossem machos jovens, o que engana muita gente. Os filhotes com um ano adquirem sua cor definitiva. O coleiro é um pássaro dócil, que amansa fácil, é pequeno (12 a 13 cm), graciosos e canta muito. Alguns acham seu canto bastante agradável, outros o consideram insignificante, mas o fato é que o coleiro esta quase sempre cantando. Por isso, ele é usado como pássaro de torneios, ou seja, competição de canto para a maioria dos passarinheiros.

Média de vida: de 20 a 25 anos.
Alimentação: é granívoro, ou seja, alimenta-se de sementes. Ofereça principalmente alpiste e painço. Na época da criação, acrescente um ovo cozido e larvas de tenébrio (Tenébrios são uma espécie de besouro que em sua fase larval são muito utilizados na alimentação de muitos animais, entre eles, peixes, ...). Sem esquecer da areia ou pó de ostra que não deve faltar o ano todo ( com a falta poderá causar acessos ou desmaios ).

Instalações: gaiolões (35 cm x 30 cm x 25 cm),ou viveiros arborizados. coloque apenas um casal tanto no viveiro como na gaiola. pode usar o ninho pequeno caso não encontre pode usar o de curió , mas é importante camufla-lo com folhagens artificiais.
Reprodução: as fêmeas botam de 2 a 3 ovos, chocam durante 12 dias; o filhote leva 11 dias para sair do ninho e de 30 a 35 dias para aprender a comer sozinho.

Pássaros - Ouça o Coleiro-TuiTui Clássico

2 comentários:

  1. bom cite pra quem ama coleiros parabéns ou produtor do cite

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para comentar