quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Macacos Colobos são usados para espantar outros macacos na Índia

Macacos vão ajudar na segurança de atletas em competição esportiva
Uma nova polêmica nos jogos da comunidade britânica, em Nova Déli na Índia. Um grupo de macacos vai ajudar na segurança.


Uma nova polêmica nos jogos da comunidade britânica, em Nova Déli na Índia. Um grupo de macacos vai ajudar na segurança. O trabalho deles vai ser espantar outros bichos dos estádios. Uma cobra foi encontrada no alojamento dos atletas. O problema é que esses macacos são de uma espécie agressiva que em 2007 atacaram um político.

Um esquadrão de macacos langures treinados para frustrar macacos comuns que possam perturbar o evento internacional, correndo soltos através de praças públicas.

Reuters relata que o Conselho Municipal de Nova Délhi enviou 38 langures treinados para espantar os primatas inferiores.

Os macacos menores de rua, que são considerados por alguns índianos sagrados e não podem ser mortos, vagueiam livremente através dos edifícios, criando uma perturbação da ordem pública.

Em 2007, o vice-prefeito de Nova Deli foi morto quando caiu de sua sacada, durante um ataque de macacos selvagens, enquanto 25 outras pessoas ficaram feridas quando um macaco  criou um tumulto na cidade.

O maior langur, o cara-preta, com pêlo cinzento é controlados por formadores que mantê-los em uma trela longa.

Um langur guarda da sede do Comitê Organizador dos Jogos, enquanto outros mantêm um olho na principais estádios durante os eventos.



Notícia de 22 de outubro de 2007: Vice-prefeito de Nova Délhi morre após ataque de macacos;


O vice-prefeito da capital indiana, Nova Délhi, morreu neste domingo, um dia depois de ser atacado por macacos dentro de sua casa. SS Bajwa estava lendo jornais na sacada na manhã de sábado, quando os animais invadiram o local. Ao tentar espantá-los, o vice-prefeito perdeu o equilíbrio e caiu do primeiro andar, sofrendo graves ferimentos na cabeça.

Bajwa ainda foi levado para o hospital com vida, mas não resistiu, informou a agência de notícias Press Trust of India. A cidade vem lutando contra a população cada vez maior de macacos, que ficam à solta pelas ruas, invadindo prédios e amedrontando as pessoas.

Os animais, vistos como a manifestação do Hanuman, o deus hindu dos macacos, são reverenciados pelos fiéis, que os alimentam com bananas e amendoins. A casa do vice-prefeito fica perto de um templo dedicado ao Hanuman, onde centenas de macacos se concentram todos os dias à espera de comida.

No mês passado, um macaco quase causou um caos num aeroporto de Nova Délhi ao conseguir entrar na área de segurança por meio de um buraco no teto. Em 2004, um grupo de macacos invadiu o ministério da Defesa e rasgou documentos secretos.

A Suprema Corte da Índia cobrou uma atitude das autoridades municipais, que empregaram caçadores de macacos para capturar os animais e soltá-los nas florestas. Mas o problema ainda persiste. Ativistas culpam o desenvolvimento urbano descontrolado pela destruição do habitat natural dos animais. (terra)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar